segunda-feira, 15 de junho de 2009

PRIMEIRAS GRANDE CIVILIZAÇÕES

TRABALHO DE HISTÓRIA MEDIEVAL I SOBRE

AS PRIMEIRAS GRANDES CIVILIZAÇÕES

1-Oque você entende por pré-história?

R= Pré-história corresponde ao período antes da escrita ou ágrafo, mas deveria ser considerado História desde o surgimeto do homem.

2-Quais as principais carasterísticas da cultura do paleolítico inferior e superior? e o que esses povos representam com essas características para o mundo?

R= No inferior, a caça passa a ser a principal atividade dos povos. Início de uma cultura não material. Morava-se ou refugiava-se em cavernas.

No superior, os instrumentos eram fabricados de outros materiais além da lasca de pedras, inventou-se a agulha de osso, produzindo-se roupas. Construção de choupanas, cultivo da terra, produção de excedente.

No período do paleolítico, as novas tecnologias garantiam maior adaptação, sobretudo no neolítico, ao espaços geográficos e climas, prolongando a sobrevivência da espécie.

Hoje, somos sedentários e desfrutamos de uma vida mais moderna graças às descobertas adquiridas ao longo do tempo e avanços, como a pecuária, que proporcionam o crescimento maciço dos povos, diminuindo a mortalidade humana.

3-Aponte os fatores responsáveis pela origem e desenvolvimento das civilizações. Comente-os.

R=
1°- O desenvolvimento de uma língua e escrita_ A comunicação se torna melhor.
2°-Ênfase na arte, belas-artes_ O controle da elite sobre o social torna-se mais forte.
3°-Avanços científicos_ A mortalidade cai.
4°-Criação de instituições políticas, sociais e econômicas_ Aumento da autoridade do imperador.
5°-Geográfico_ Clima propício à agricultura segura um povo num certo lugar, essa teoria é mais popular.
6°-Adversidades_ Segundo Arnold J. Tonybee, historiador norte-americano, condições adversas estimulam o homem a superar-se.

4-Quais os meios prováveis da chegada do homem à América?

R= Via Ásia, talvez houvesse uma passa gem entre os continentes asiático e americano, segundo à teoria de a Pangéia. (O que impediria de ser o oposto?)

5-Descreva a principal característica da civilização grega.

R= Sem dúvida, a arquitetura, com seus gigantescos monumentos. Além disso, os hieróglifos e o senso de estabilidade no Vale do Nilo.

6-Caracterize a históriapolítica do Egito ao tempo dos faraós.

R= Antigo Reino: (3100 a 220 a.C.)
Unidade governada por seis dinastias de paz
Médio reino: (1900-1786 a.C)
Governo forte, progresso na justiça social e muito desenvolvimento intelectual. Democratização da religião.
Império: (1575-1086 a.C)
Espírito agressivo, criando um dos maiores exércitos dos tempos antigos, e expansionista. Perdida a maior parte das provínciais. Assemelha-se ao Antigo Reino sendo mais absolutista. Depois de invadido a partir do século X a.C. pelos líbios, etíopes ou núbios e do colapso do domínio assírio em 662.
O Egito tem seu fim em 525 a.C. Conguistado pelos persas.

7-Fundamente a religião egípcia e sua importância.

R= A religião passou por várias etapas, divindade e locais se fundem com a consolidação do território. Culto a Rá (Hã), deus do Sol, todos os faraós seriam seus representantes. A religião solar era para a elite, só representava o povo quando os interesses coincidiam.

No Médio Reino, cresce o culto a Ossíris, que teria ensinado o povo egípcio a agricultura. Promessas de imortalidade para os bons. A justiça era um desejo popular, pois se tratava do agrado do deus dos mortos que julgaria quem iria para o Céu ou teria o mextermínio de sua alma.

No Império, Amonep IV expulsa os sacerdotes, suprime os monumentos públicos, cultivando Áton, um deus do qual o faraó seria herdeiro. Amonep muda seu nome para Iknaton e o de sua mulher, de Nefertiti para Nefer-Nefru-Áton. Iknaton e Áton seriam os únicos deuses existentes.

O sucessor de Tutankaton (ou Tutancamon) recupera antigos costumes e leva a religião egípcia à fé crescente no ritualismo, magia e vida extraterrena.

8-Comente as realizações intelectuais egípcias e sua importância.

R= Calendário anual, reconheceram a importância do coração, medicamentos criados, relógio de sol, papiro, vidro, hieróglifos, metalurgia. Todas essas realizações têm tremendo impacto no mundo contemporâneo; a exemplo, as fibras-sintéticas nylon, rayon, orlon,dracon, acrilon e inúmeras outras, dentre elas o acrílico, que é precursor da fibra-ótica.

Do papel então nem se fala, indispensável para nós comtemporâneos.

9-Demonstre o significado da arte egípcia e sua influência no mundo contemporâneo.

R= Tanto no Antigo como no Médio Reino quanto no Império foram as edificações que absorveram o talento dos artistas egípcios. As pirâmides representam poder, era maior de acordo com o poder do faraó, a quem se destinaria como túmulo.

A esfinge demonstra a força e a coragem leoninas do faraó. O monumento de Nefertiti ( ou deusa Nefertári) constitui a maior das influências difundidas, o culto excessivo à beleza, sobretudo à beleza feminina (estética).

Religiosamente falando, acruz do Cristianismo pode ter sido baseada no Ãntu, o símbolo da imortalidade que caracteriza a deusa Nefertári (a mais bela).

10-Como se desenvolvia a vida social e econômica dos egípcios?

R= Social, existiam 7 classes econômicas. A poligamia era permitida mas a família comum era monogâmica.

O sistema econômica se mantinha da agricultura e sempre fora coletivista. Contudo, a iniciativa privada era crescente.

No Império, com a ampliação militar e guerras frequentes, o governo estendeu controle sobre a vida econômica.

11-Comente a respeito das realizações egípcias.

R=Os egípcios eram bem avançados para a sua época; usavam a arte (belas-artes) como marketing, idéia precursora do logotipo que foi bastante usado por Daio, Alexandre e os césares romanos, como Otaviano Agusto César. Uma religião nacional e monoteísmo são criados, até mesmo uma mitologia. Isso eleva o poder do faraó e gera patriotismo. É notável também o desenvolvimento de sua escrita.

12-Faça uma síntese inbterpretativa do filme " A guerra do fogo" e do documentário "o homem pré-histórico_vivendo entre as feras".

R= Somos, hoje, segundo a teoria da Evolução, produto de adaptações no D.N.A. a fim de suprir as necessidades ocasionadas pelas mutações do próprio ambiente. Há a possibilidade de seres humanos de diversos estágios evolucionais terem convivido, porém, sobrevivendo apenas os mais adaptáveis, ao que tudo indica, logo; o homo-sapiens, nosso mais provével precursor, não é necessariamente o mais forte ou inteligente, e sim o que possuiu melhores condições ou teve acesso a mais eficazes apetrechos.

Além de seleção natural, temos a tecnologia para mudar nosso modo de vida, então; a humanidade gera em si mesma seleção artificial.

13-Caracterize a civilização mesopotâmica.

R= Cicilização formada por sumérios por volta de 3500 a.C. Em volta do vale do Tigre-Eufrates, depois pelo semitas noma região de muitos conflitos. Obtiveram progresso significativo nas ciências, principalmente Matemática, e desenvolveram um msistema de escrita cuneiforme.

14-Aponte as distinções entre as civilizações egípcia e mesopotâmica.

R= o Tigre e o Eufrates, ao contrário do Nilo, apresentam cheias irregulares. Não estavam protegido naturalmente de incursões por parte de estrangeiros, sendo muito mais combativos os que la moravam. A cultura mesopotâmica era muito mais malancólica e pessimists que a egípcia. A arte mais violenta e menos pessoal; não avañçaram no monoteísmo nem criam em vida eterna.

15-Comente as origens suméricas, da civilização ,mesopotâmica e e suas principais realizações.

R= A origem sumérica é provavelmente do planalto da Ásia central. Formaram cidades independentes com Ur e Lagash, sistema de escrita, religião, leis, práticas científicas e comerciais. Sistema jurídico que forma o Código de Hamurabi semita. Sobrepujaram os egípcios em todos os setores da matemática, exceto geometria. Inventaram o relógio d'água.

Os artistas salientavam-se na lapidação de pedras preciosas, na escultura e trabalho com metal. Criação na arquitetura de túmulos reais, da abóbada, cúpula, coluna e do arco.

16-Demonstre as contribuições dos antigos babilônios e seu legado deixado para o mundo contemporâneo.

R= Modificaram a cultura absorvida dos sumérios, tornaram as leis mais duras. Na literatura criam o épico de Gilgamesh, copiado pelos hebreus para formar a estória da arca de Noé, no Velho Testamento bíblico.

17-O que foi a metamorfose provocada pela Assíria?

R=Os comandantes do exército constituíam as classes mais elevadas. Lançavam mão do terror como forma de subjugar os inimigos. Eles foram escravizados ou extintos quando quando toda a região da Assíria foi saqueada. O comércio perdeu a força sem os assírios na Mesopotâmia.

18-Comente a renascença caldáica.

R= Os caldeus foram os mais capazes cientistas mesopotâmicos, inventaram a semana de 7 dias e a divisão em 12 horas duplas de 120 minutos cada uma.

AROLDO FILHO
Pacoti-Ceará
2008

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Aroldo Filho 

Historiador /Criador e Presidente do Jornal Delfos-CE, (2007). /Criador da Associação Cultural SEMPRE-Segmento dos Estudiosos da Memória e Patrimônio Regional da Serra de Baturité (2008). /Criador e Idealizador do 1° Arquivo Público do Interior do Nordeste (2009).

 /2° e 4° lugares,consecutivamente, no 1° e 2° concursos de poesia da comunidade do Orkut "Vamos Escrever um livro?"(2009 e 2010).

 /Criador da exposição histórica: "PACOTY: UMA HISTÓRIA EM DOCUMENTOS", aprovado pelo Banco do Nordeste(2010). 

/Sócio do Instituto Desenvolver (2011).

 /Trabalhou para o Governo do Estado do Ceará como pesquisador no Porto do Pecém (2011). 

/Ministrou aulas de História, Geografia, Arte e Religião em Pacoti e Guaramiranga (de 2008 a 2015 no Colégio São Luís, na Escola Menezes Pimentel e na Escola Linha da Serra).

 /2° Lugar em concurso de pensamento na comunidade "Grupo de Poesia" no Facebook (2012). 

Participa como um dos autores dos e-books "Por onde andei?" e "Quem sou?" realizado pelo Balcão de Poemas, edição de Wasil Sacharuck. 

/Publica notícias, contos, crônicas, poesias, fábulas, romances, artigos, peça teatral e letra de música em 32 blogs desde 2005.


Selecionado no concurso de poesias federal da Editora Vivara em 2016, passando entre os 250 poetas que irão para o livro dentre 2.370 concorrentes. .