segunda-feira, 18 de maio de 2009

INTERCÂMBIO CULTURAL

INTERCÂMBIO CULTURAL
  1. 1o. Arquivo do Nordeste
  2. A saga de uma coruja
  3. APAIP
  4. O SEMPRE
1. 1o. Arquivo do Nordeste

Em 19 de abril de 2008, nasce em Pacoti o SEMPRE_ Segmento dos Estudiosos da Memória e Patrimônio Regional do maciço de Baturité_, uma associação sem fins lucrativos de direito privado com o objetivo de resgatar a história do município de Pacoti.

A idéia da própria formação do grupo SEMPRE era criar um Arquivo Público Municipal em Pacoti visto que os documentos que contam a história do município carecem restauração e limpeza urgente.

Um trabalho que já começou a ser feito quando o presidente do SEMPRE, Levi Jucá, universitário do curso de História da UFC resolveu dar uma olhada no chamado Arquivo Morto, encima da Ilha Digital, no centro.

Levi elaborou um projeto de lei encaminhado ao prefeito Rômulo que enviou-o à Câmara de Pacoti em caráter de urgência depois de devidamente analisado.

Em 15 de maio de 2009, compareceram à Câmara Estudantes do curso de História, um deles já formado pela UVA, trabalhando a algum tempo na limpeza e organização do local onde estão os documentos por intermédio da Secretaria de Educação. Nesse dia foi aprovada em sessão oficial a Lei de criação deste que será o primeiro Arquivo a nível de nordeste a ser implantado fora das capitais.

2. A saga de uma coruja

A partir de 1987, duas colegas formadas pela UECE em Filosifia, Solange Nojosa e Telma Marques, a primeira sendo filha de Pacoti e a segunda do Estado do Maranhão, realizaram as 1a., 2a. e 3a. Semanas de Educação de Pacoti, onde aconteciam palestras da UECE, UFC e da Secretaria de Educação para os professores.

As duas alugam um prédio da Igreja e fundam a Teia de Renda, pousada que recebe os professores e universitários de Fortaleza em acordo com a prefeitura na gestão do prefeito Rômulo Gomes.

Tarcísio Santiago, na época professor da UFC, faz a doação para o então Centro Cultural, antigo Departamento de Cultura, de uma Hemeroteca, onde hoje é a Secretaria de Cultura. Adísia Sá, do Jornal O Povo, doa para o mesmo Centro, uma biblioteca.

Uma professora das redes estadual e municipal, Rosimar Brito, que se graduava pela UVA de Sobral em Estudos Sociais, resolveu, em conversas com Solange e Telma, criar uma Gincana Cultural chamada Coruja Solidária, em 1991.

Formou-se, então, um grupo de teatro amador que fazia o chamado todo mês, de maio a dezembro, com exceção de julho, para os 3 dias de atividades. O famoso Grupo Coruja, que contava com integrantes das escolas: Instituto Maria Imaculada, Centro Cultural São Luís e da Escola de 1o grau Menezes Pimentel.

Telma Regina Marques foi a 1a Diretora de Cultura deste município e Maria Rosimar Brito Arruda a 2a na gestão do pregeito Pedro Brito, com a criação do 1o Festival de Quadrilhas organizado pela então Diretoria de Cultura.

A última aparição do Grupo Coruja foi em 1997, na gestão do prefeito Edson Araújo, para a inalguração da Galeria Raimundo Siebra; onde acontecem várias exposições, dentre elas o projeto "O Pacoti visto por suas crianças", com a escolha dos melhores desenhos dos estudantes em todo o município.

3. APAIP

No ano de 2001, nasce em Pacoti um grupo chamado APAIP_ Associação de Poetas e Artista Independentes de Pacoti_, que chegou a conter 13 integrantes. A maioria fez parte da Gincana Cultural "Coruja Solidária" e se encontrava na sala de aula.

Dentre os poetas, uma professora de História pós-graduada e um professor formado depois pela UVA. Dois outros poetas ainda iniciaram o curso pala UVA, um deles não pode continuar, mas o outro se formará em 2010. O último, juntamente com 3 professores que foram da APAIP participaram da fundação do SEMPRE_ Segmento dos Estudiosos da Memória e Patrimônio Regional do Maciço de Baturité.

4. O SEMPRE

O SEMPRE existe por que um universitário da UFC, nascido no município de Maracanaú, resolveu escrever sua monografia sobre Pacoti, quando soube de parentes seus residindo na serra.

Quando se aprensentou à professora Rosimar Brito, em conversas sobre o Grupo Coruja, resolveu criar um grupo denominado Pendência Serrana, a equipe de destaque da Gincana Cultural, que na época saiu em um artigo do Jornal "O Povo" com o título: "Uma coruja contra Chico Buarque".

Em discussões no grupo Pendência Serrana, duas idéias se mostraram firmes, e ganhavam mais força: o arquivo e a associação que hoje conta com mais de 30 sócios dentro e fora de Pacoti.

O grande anseio é salvar os documentos para re-escrever o possível da História, juntando, para isso, as fontes documentais com as extra-oficiais dos nosso "Arquivos-vivos".

Se não restaurarmos a História hoje, amanhão não saberemos quem somos.

AROLDO FILHO
PACOTI-Ceará
18/05/2009
1h e 45 min

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Aroldo Filho é Historiador, Literato, Letrista, Professor, Blogueiro e Jornalista Independente.

1º Lugar em Auto de Natal no Estado do Ceará, atuando na ocasião como o Rei-Mago Baltasar em 2004.

Criador, Idealizador e Presidente do Jornal Delfos-CE (desde 2007).

Criador e Idealizador da Associação Cultural SEMPRE-Segmento dos Estudiosos da Memória e Patrimônio Regional da Serra de Baturité (2008). 

Criador e Idealizador do 1° Arquivo Público do Interior do Nordeste (2009).

2° e 4° lugares,consecutivamente, no 1° e 2° concursos de poesia da comunidade do Orkut "Vamos Escrever um livro?"(2009 e 2010).

Criador da exposição histórica: "PACOTI: UMA HISTÓRIA EM DOCUMENTOS", aprovado pelo Banco do Nordeste (2010). 

Formou-se em Licenciatura Plena em História (2010).

Sócio do Instituto Desenvolver (2011).

Trabalhou para o Governo do Estado do Ceará como pesquisador no Porto do Pecém (2011). 

Ministrou aulas de História, Geografia, Arte e Religião em Pacoti e em Guaramiranga, no Colégio São Luís, na Escola Menezes Pimentel e na Escola Linha da Serra (entre 2008 a 2015).

2° Lugar em concurso de pensamento na comunidade "Grupo de Poesia" no Facebook (2012).

Participa como um dos autores dos e-books "Por onde andei?" e "Quem sou?" realizados pelo Balcão de Poemas, edição de Wasil Sacharuck.

Publica entrevistas, notícias, contos, crônicas, poesias, fábulas, romances, artigos, peça teatral e letra de música em 32 blogs desde 2005.

Recebeu a Comenda Domitila por Mérito Literário, da SECULDT-Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto de Pacoti (2016).

Passou na seleção para o livro "Prêmio Literário Nacional Concurso Novos Poetas", da Editora "Vivara", 250 poetas escolhidos dentre 2.370 inscritos no país. (2016).

Concluiu Pós-Graduação em Gestão Escolar (2016)

Passou novamente na seleção para o livro "Prêmio Literário Nacional Concurso Novos Poetas", da Editora "Vivara", 250 poetas escolhidos dentre 3.207 inscritos no país. (2017).